Warning: count(): Parameter must be an array or an object that implements Countable in /home/abdf/www/components/com_k2/models/item.php on line 1198

Warning: count(): Parameter must be an array or an object that implements Countable in /home/abdf/www/components/com_k2/models/item.php on line 763
Quinta, 07 Fevereiro 2013 23:20

CONSCIÊNCIA PROFISSIONAL X PROFISSÃO

Uma contribuição

Como definir uma profissão?

As profissões surgem a partir da vocação manifestada pelo indivíduo que ao utilizar seu talento e habilidade para desenvolver uma atividade ela se torna útil a sociedade e é por ela reconhecida.

Segundo o filósofo espanhol Ortega y Gasset, em seu famoso discurso aos bibliotecários no 2º Congresso Mundial de Bibliotecas e Bibliografia”, em Madrid, no ano de 1935, que foi editado com o título: Missão do Bibliotecário:

“Há um estágio em nossa cultura que aquilo que um indivíduo faz porque tem certo talento, porque gosta, porque tem necessidade de expressar uma vocação pessoal se torna útil e importante para todo o seu grupo cultural. Quando isso acontece, o trabalho desse indivíduo passa a preencher necessidades do grupo, e não mais a sua própria, e a sociedade passa a exigir que essa atividade seja feita de maneira tal que a sua necessidade seja satisfeita. Assim, segundo Gasset, teriam surgido as profissões.”

Ainda citando Gasset, ele destaca que para determinar a missão do bibliotecário, é preciso partir não do homem que a exerce, de seus gostos, curiosidades ou conveniências, mas principalmente da necessidade social a que serve a profissão de bibliotecário. Diz mais: “esta necessidade, como tudo que é humano, não é fixa, mas essencialmente variável, mutante, em evolução, em suma histórica."

Vários estudiosos estabeleceram alguns parâmetros que caracterizam uma profissão, entre eles:

♦ Vocação;

♦ Conhecimentos específicos e sistemáticos; 
♦ Competência específica e titulação;
♦ Serviço público = Bem comum
♦ CONSCIÊNCIA PROFISSIONAL = Comportamento ético e moral do profissional.

A consciência profissional apresenta dois aspectos importantes:

1º) é condição fundamental para o profissional;

2º) ela contribui para o conjunto de conhecimentos que embasa uma profissão.

A consciência profissional representa o nosso cumprimento de deveres e a defesa de nossos direitos. Ela nos dá a necessária autoestima e senso crítico. Ela nos dá, ainda, confiança, respeito e reconhecimento.   

Necessidade do profissional bibliotecário na sociedade da informação

O profissional bibliotecário tem que assumir o caráter interdisciplinar da Biblioteconomia, e desta forma buscar instrumentos de trabalho em outras áreas tais como:

ECONOMIA – que vai dar os subsídios para a elaboração de políticas de preços e análise de custo/benefício buscando a eficácia para os serviços e produtos.
ADMINISTRAÇÃO – absorver as técnicas de planejamento e gerenciamento de serviços e estratégias de marketing.
COMUNICAÇÃO – utilizar as técnicas de elaboração e veiculação de mensagens que divulguem os serviços e produtos.
SOCIOLOGIA e ANTROPOLOGIA – conhecer os conceitos básicos sobre as leis de comportamento social.

O papel do profissional nesta sociedade que se apresenta cada vez mais informatizada deve ser fundamentalmente dinâmico, agressivo em comparação aos profissionais da década de 50 e 60 que aguardavam o usuário.

Na sociedade da informação o usuário mudou. Ele não só consulta a biblioteca e os centros de informação e documentação como também organiza (ele mesmo) sua própria informação usando:

♦ computadores;

♦acessando diretamente as bases de dados via internet para recuperar informações.

Quais os desafios encontrados pelo profissional bibliotecário no Brasil?

a) população com alta taxa de analfabetismo;

b) dirigentes ignorantes da função da biblioteca no desenvolvimento  

c) socioeconômico e consequentemente do papel do bibliotecário;

c) bibliotecas desatualizadas, sem os requisitos mínimos para desenvolver suas atividades, sem verbas e pessoal qualificado.

Mas, o profissional consciente do seu valor social pode reverter em muitos casos esta situação.

É imperativo que o profissional bibliotecário seja atento, dinâmico, atualizado, combativo, participativo e proativo.

Será que a profissão de bibliotecário tem todos os atributos necessários para ser reconhecida?

Atributos que caracterizam uma profissão

1)      presença de um corpo de conhecimento especializado, sistematizado e abstrato;

2)      autonomia no exercício profissional;

3)      capacidade de autorregulação;

4)      existência de procedimentos de credenciamento;

5)      exercício da autoridade sobre clientes;

6)      publicação de um código de ética.

O que se espera dos profissionais bibliotecários?

1)      pressupõe-se que sejam altruístas e trabalhem para o bem comum e para a modernização da sociedade;

2)      atuação profissional recompensada materialmente e também pela atribuição de prestígio e status.

Qual o processo de profissionalização necessário?

Ordem de "primeiros eventos", comum a maioria das profissões:

Primeiro estágio:

1)      as pessoas que exercem determinado trabalho passam a dedicar-se a ele em tempo integral. 
2)      a necessidade de um treinamento mais formal.
3)      os cursos se tornam mais longos.
4)      surgimento de um corpo docente.

O próximo estágio é a formação de uma associação profissional, que congregará os professores e os novos profissionais graduados.

Neste novo cenário dinâmico da sociedade da informação cabe algum papel para o bibliotecário?

Sem dúvida! Desde que o bibliotecário tenha consciência profissional:

♦ mude sua perspectiva frente à sociedade e suas exigências;

♦ se adapte ao novo perfil do usuário;

♦ compreenda como a informação é criada, produzida e disseminada;

♦ compreenda como a informação é usada e manipulada pelo usuário e pelas novas tecnologias;

♦ compreenda como a informação se encontra organizada, controlada e adquirida;

♦ compreenda como a informação é armazenada e recuperada;

♦ compreenda como a informação é administrada, vendida e digerida;

♦ compreenda seu papel de moderador na busca de informação;

E ainda, participe se una aos seus pares para defender seus direitos e os direitos da sociedade, como o direito ao acesso à informação e a liberdade de expressão.

REFERÊNCIAS

ALMEIDA JR., O. F. de. O profissional bibliotecário: um pacto com o excludente. In:  Profissional da informação: o espaço de trabalho. Brasília : Thesaurus, 2004.

MUELLER, S. P. M. Uma profissão em evolução: profissionais da informação no Brasil sob a ótica de Abbott: proposta de estudo. In: Profissional da informação: o espaço de trabalho. Brasília : Thesaurus, 2004.

MOTTA, Mª Eleonora F. Os profissionais da informação, funções e títulos. Brasília : Thesaurus, 26 p

ORTEGA Y GASSET, José. Missão do bibliotecário. Brasília: Briquet de Lemos/Livros, 2006.

RANGANATHAN, S. R. Cinco Leis da Biblioteconomia. Brasília: Briquet de Lemos/Livros, 2009.

SANTOS, J. P. O perfil do profissional bibliotecário. In: Profissionais da informação: formação, perfil e atuação profissional. São Paulo: Polis, 2000.

SOUZA, F. das C. de. Ética e deontologia: textos para profissionais atuantes em bibliotecas. Florianópolis : Ed. UFSC,2002.


Warning: count(): Parameter must be an array or an object that implements Countable in /home/abdf/www/components/com_k2/templates/default/item.php on line 248