O Reitor da Universidade de Brasília, Professor Ivan Marques de Toledo Camargo, tem a honra de convidá-lo(a) para a cerimônia de Outorga de Título de Professora Emérita a Bibliotecária Doutora Suzana Pinheiro Machado Mueller.

Data: 18 de setembro de 2015.

Hora: 10h

Local: Auditório do Prédio da Reitoria

Campus Universitário Darcy Ribeiro

Brasília - DF

A Diretoria do Sistema de Bibliotecas Públicas convida a comunidade para o evento Cinema e Cordel.  Ele acontecerá por ocasião do Festival de Cinema de Brasília e conta com a parceria da Biblioteca Nacional, a Embaixada da França e a Aliança Francesa.

O Programa Mala do Livro estará participando com exposição de literatura de cordel e a participação de repentistas de Brasília.

 

 

Nos dias 03 a 05 de agosto, a Associação dos Bibliotecários do Distrito Federal organizou no Parlamundi, em Brasília, o 5º Seminário sobre Informação na Internet e o II Seminário Internacional de Preservação Digital.

Direitos autorais, preservação digital e de informação, TV digital, curadoria digital, finanças digitais e educação a distância foram alguns temas tratados nos seminários.

Os eventos foram um sucesso e contaram com grandes nomes da área como Emir Suaiden, Sérgio, Branco, Ricardo Medeiros Pimenta, Ernesto Carlos Bode, Eric S. Rabkin dentre outros pesquisadores renomados.

As apresentações já estão disponíveis. Para acessá-las clique aqui!

 

Em agosto de 2015 comemoramos o jubileu de ouro da regulamentação da profissão de Bibliotecário. Cinqüenta anos são transcorridos e, hoje, o Brasil conta com uma profissão estabelecida, organizada, consolidada e importante para a sociedade.  Para comemorar essa data especial, o Conselho Federal de Biblioteconomia, a ABDF e outros órgãos de classe estão trabalhando juntos na organização de dois eventos importantes em Brasília. Marquem em suas agendas:

 

SESSÃO SOLENE NA CÂMARA DOS DEPUTADOS

Data: 17 de agosto de 2015

Local: Plenário da Câmara dos Deputados

Horário: 10 às 12 horas

 

SEMINÁRIO POLÍTICAS PÚBLICAS PARA BIBLIOTECAS

Data: 17 de agosto de 2015

Local: Auditório Petrônio Portela • Senado Federal

Horário: 14 às 17 horas

 

Para maiores informações acessem o seguinte link.

 

Vejam também a reportagem sobre os 50 anos de regulamentação publicada na Revista Eletrônica da ABDF. Segue o artigo BIBLIOTECONOMIA: 50 ANOS DE REGULAMENTAÇÃO DA PROFISSÃO .

Assista a transmissão ao vivo do 5º Seminário sobre Informação na Internet e II Seminário Internacional de Preservação Digital. 

Click no seguinte link: http://www.grupo-e.org/#!web-tv/c1ki5r.

O objetivo do projeto é explorar as possibilidades de interação entre o livro, o toque, o folhear e a história. Segundo a coordenadora de Atendimento, Programação e Extensão, Ana Cristina Mischiati, o projeto tem também o intuito de oportunizar às mães e às crianças um ambiente diferente e a proximidade do bebê com o livro. 

A contação de história irá utilizar os livros infantis selecionados e irá ilustrar por meio de brinquedos, dedoches e desenhos que remetam aos personagens dos livros. No final da sessão, as mães poderão realizar a hora da amamentação ou a hora da mamadeira. A duração será de aproximadamente 40 minutos. 

Os interessados em obter mais informações sobre o projeto, incluindo as próximas datas, podem ligar para 3371-6550 ou entrar em contato pelo e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Mais informações, com a coordenadora de Atendmento, Programação e Extensão, Ana Cristina Mischiati, pelo telefone 3371 -6500.

Aproveitando a experiência e abrangência nacional, a Fundação Dorina tem desenvolvido um projeto para estimular a formação de redes de leitura inclusiva. A intenção é mobilizar e estreitar o relacionamento entre educadores, mediadores de leitura, governos, agentes de bibliotecas e de organizações sociais, para disseminar a leitura inclusiva pelo Brasil e aproximar a pessoa com deficiência do mundo da leitura.

A Rede de Leitura Inclusiva reúne diversas organizações e pessoas comprometidas em ampliar as oportunidades de acesso ao livro e a leitura para as pessoas com deficiência. Essa proposta se constrói a partir da possibilidade de diálogo entre os participantes como educadores, mediadores de leitura, governos, agentes de bibliotecas e de organizações sociais, trocando experiências de ações já realizadas e construindo novas atividades em parceria.

Desta forma a rede promoverá no dia 11 de agosto em Brasília, um bate-papo sobre Rede de organizações e pessoas que dialogam propostas de ações inclusivas de leitura.

O encontro terá como pauta:

• Apresentação: Pesquisa sobre Leitura Inclusiva e proposta da rede
• Levantamento de oportunidades locais
• Resultados esperados: Criação de uma agenda inclusiva colaborativa 
Quando: 11/08 (terça-feira) das 09h30 às 12h
Onde: Biblioteca Nacional de Brasília/ Setor cultural Sul Lote 2, Edifício da Biblioteca Nacional de Brasília, 1º andar CEP 70 070-150 Contato: Tel. (62) 33256237 Maria das Graças Pimentel de Menezes - Diretora do Sistema de Bibliotecas Públicas

Para participar basta se inscrever gratuitamente no site do evento.

Biblioteca tem o objetivo de integrar a comunidade e efetivar a cidadania, diz o idealizador da campanha o professor Anízio da Costa, que arrecada livros para a biblioteca do Condomínio Privê, em Ceilândia, Distrito Federal.

O professor conta que a campanha começou por incentivo de uma colega de trabalho. O condomínio é uma comunidade muito carente, ressalta o professor, e esta biblioteca vai ajudar muito os moradores do local, em especial as crianças.

Anízio da Costa defende que os pais devem vigiar mais os filhos na execução dos trabalhos escolares, porque a Internet facilita muito, mas a criança acaba não tomando conhecimento profundo porque copia tudo, enquanto que o livro traz muito conhecimento.

Com parceria da Administração de Ceilândia, as pessoas podem deixar os livros numa caixa de coleta existente na sede da Administração ou podem ligar nos telefones (61) 4141-3494 ou 9111-2508, para doar qualquer tipo de livro e até revistas, que terão valor para as crianças recortarem para fazer seus trabalhos escolares. As apostilhas também serão bem vindas à biblioteca do Condomínio Privê em Ceilândia.

Confira as informações neste entrevista ao Revista Brasília, com o jornalista Miguelzinho Martins, na Rádio Nacional de Brasília

1º - Leia os instrumentos de avaliação do MEC, principalmente a Portaria Normativa nº 40, de 12 de dezembro de 2007 - Institui o e-MEC, sistema eletrônico de fluxo de trabalho e gerenciamento de informações relativas aos processos de regulação da educação superior . (Portaria Normativa nº 23, de 1 de dezembro de 2010) (Republicada em 29 de dezembro de 2010) – ATENÇÃO Art. 32 § 2º.

Obs: Essa portaria é muito importante que o bibliotecário conheça e consulte sempre que necessário, lá fala sobre os documentos que devem está impressos na biblioteca e também disponível no site da instituição.

2º - Acesse o site do INEP, lá você vai encontrar muitas informações importantes inclusive pode baixar os instrumentos normativos(http://portal.inep.gov.br/superior-condicoesdeensino-manuais.)

Obs: Esses instrumentos são muito importantes, pois a avaliação será baseada neles e também em toda a documentação que foi postada no sistema do MEC pelo PI - pesquisador institucional.

Leia os instrumentos e você terá uma boa noção de como deve preparar a biblioteca para a visita. Atente-se para as bibliografias, veja se tem todos os títulos e se a quantidade existente no acervo corresponde com o nº exigido pelo MEC.

3º - Prepare uma pasta com a documentação da biblioteca para o caso de solicitarem ( Regulamento da biblioteca, Política de atualização do acervo, Relatório de gestão, Bibliografia x quantidade de exemplar no acervo, relatório dos periódicos existentes e as quantidades dos mesmos).

Concorda com essas dicas? Achou algum erro? Fale conosco lá no facebook!

O Grupo De Profissionais em Informação e Documentação Juridica do Rio de Janeiro comunica o lançamento da 6ª edição do Guia de Bibliotecas Jurídicas Rio, em versão impressa, com tiragem de 100 exemplares. Trata-se de mais um esforço do GIDJ/RJ no sentido de fomentar o intercâmbio, a comunicação e a cooperação dos profissionais que atuam na área jurídica como gestores ou usuários de informação e documentação jurídica.

Tornou-se também instrumento de valorização profissional e institucional, registrando a cada edição nomes e atividades desenvolvidas em cada unidade de informação, seja ela pública ou privada.

Cada exemplar poderá ser adquirido por R$30,00 (trinta reais). Preço promocional para associados – R$25,00 (vinte e cinco reais).

Solicitações por e-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Fonte: http://gidjrj.com.br/guia-de-bibliotecas-juridicas-rio-6a-edicao
Página 8 de 56